Jorge e Mateus ficaram três anos sem lançar um novo álbum, o último havia sido“Essencial”, que foi lançado em 2012 e tratava de uma coletânea misturada com músicas inéditas. “Como a correria é grande, permanecemos dois anos trabalhando na estrada, com muitos shows, sendo que alguns deles se tornaram DVDs”, comentou Jorge.

A dupla esse ano, resolveu explorar um outro lado, ao lançar “Os Anjos Cantam”,que aparece com arranjos diferentes em que as guitarras se destacam, a primeira música do álbum tem uma introdução grande que, atualmente, não é muito usado.“Em dez anos, a gente já fez tanta coisa que deu vontade de criar algo diferente”, explica Jorge.

O tema mais comum na música desses cantores é o amor, ao longo dos dez anos de carreira eles mostraram que o lado romântico é bem forte em suas músicas. Mesmo a música sertaneja tendo mudado um pouco ao longo dos anos e, muitas músicas estarem em ritmo de balada, eles se mantiveram românticos, principalmente por causa das  influências que tiveram ao longo de suas vidas e da carreira.

“A base da nossa música vem de artistas como Zezé Di Camargo e LucianoLeonardo,Bruno e Marrone e João Paulo e Daniel, entre outros. Todos eles fizeram parte de uma geração em que o sertanejo romântico tomou conta do Brasil e abriu as portas para tantos outros que vieram depois. Essa questão das letras de duplo sentido é complicada, porque há muitas crianças e adolescentes entre os nossos fãs. Eu não posso dar a impressão de que o bom da vida é curtir, beber, pegar mulher e viver na balada. Se eu tiver que passar uma mensagem para eles é ‘vá estudar, crescer na vida’. Essa é a nossa essência”, comentou Jorge.