Boqueirão FM
Boqueirão FM - Por JMultimidia.com.br - Versão: (Beta)
 
FacebookTwitterMSN Fale Conosco (88) 3536-1583
Rádio Boqueirão FM
 
Pgina Inicial A Rdio Programao Equipe Notcias Fotos Vdeos Agenda Promoes Mural Contato
noar
Ouvir a Rádio Rádio Boqueirão FM
Sem locutor!
Nenhum programa cadastrado!
Ampliar Imagem
pedidos
enquete
Você acha correto a CAGECE multar quem desperdiça água lavando calçadas e ruas; lavando motos e carros?

SIM
NÃO

promocoes
Nenhuma promoção cadastrada!
Cadastrar-se   Ver Todas As Promoções
previsao
Siga-nos no Twitter promocoes
PAULO SERGIO
LOCUTOR
Mais detalhes
Boqueirão FM - Por JMultimidia.com.br - Versão: (Beta)
Notícias - Rádio Boqueirão FM voltar
NOTICIAS
Eduardo Braga diz que vai buscar entendimento com oposição
É importante trazer os senadores da base? É, mas também é importante trazer a contribuição dos senadores de oposição, senadores que não estão no nosso campo, para que nós possamos ter mais integração. Quanto mais transparência nós dermos a essa relação, mais sólida e mais construtiva ela será – afirmou.


O novo líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), afirmou que terá como desafio na liderança uma maior aproximação não só com os senadores da base do governo, mas também com a oposição. A declaração foi feita em entrevista coletiva concedida após a confirmação oficial de sua indicação pelo Palácio do Planalto, nesta terça-feira (13). Durante a entrevista, Eduardo Braga falou sobre o trabalho que pretende realizar, relatou o convite feito pela presidente da República, Dilma Rousseff, e elogiou o antecessor, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

– É importante trazer os senadores da base? É, mas também é importante trazer a contribuição dos senadores de oposição, senadores que não estão no nosso campo, para que nós possamos ter mais integração. Quanto mais transparência nós dermos a essa relação, mais sólida e mais construtiva ela será – afirmou.

Eduardo Braga afirmou ter conversado com Dilma Rousseff sobre a necessidade de ampliação do diálogo com os senadores e informou que telefonou para a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, assim que a indicação foi confirmada oficialmente.

– Eu telefonei à ministra Ideli pedindo para que a gente possa ter, amanhã (14), um encontro para estabelecer uma agenda de trabalho que busque exatamente interagir com diversos senadores, construir uma convergência.

Segundo o senador, há disposição do governo no sentido de “pacificar” e unir a base, depois do episódio da rejeição pelo Plenário de Bernardo Figueiredo, indicado pela presidente para ser reconduzido à direção-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Na semana passada, o Senado rejeitou a indicação com 36 votos contrários, 31 favoráveis e uma abstenção. O episódio foi classificado por interlocutores do governo como um “momento tenso” com a base e chamado pela imprensa de “rebelião do PMDB”.

– Tanto o PMDB quanto os demais partidos precisam estar afinados com o projeto de governo e com o programa que o governo quer implementar no Brasil. É preciso que a gente possa ter uma interlocução ampliada e uma base cada vez mais integrada nesse projeto e nesse programa.

O senador afirmou que buscará com humildade o entendimento e que todos os seus passos na liderança terão esse objetivo.

Estratégia

Eduardo Braga informou, ainda, que visitará, a partir desta quarta-feira, os gabinetes de cada um dos líderes partidários para conversar sobre um calendário de trabalho e sobre temas de interesse do governo. Como exemplo de tema prioritário, citou o projeto que propõe a uniformização das alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas operações interestaduais com importados. De autoria de Romero Jucá, o PRS 72/2011 tem como um dos objetivos conter o processo de desindustrialização, ante a forte concorrência com produtos importados.

Outra forma de aproximação do governo com os senadores, segundo o novo líder, será a promoção de reuniões informais na liderança de governo entre ministros e parlamentares interessados no assunto da pasta.

- Não serão audiências públicas formais, mas conversas descontraídas entre ministros do governo e senadores, não só da base.

Convite

O senador contou que o convite oficial de Dilma Roussef para que assumisse a liderança foi feito pessoalmente, no início da tarde de segunda-feira (12). Antes, na sexta-feira (9), eles haviam conversado sobre temas gerais relativos ao Senado e à Câmara, o que pode ter sido uma sondagem, na interpretação do novo líder.

– Creio que, naquele momento, ela estava me sondando. Depois, na segunda-feira, ela teve uma conversa comigo e disse que iria conversar ainda com o líder Romero Jucá sobre a intenção de promover mudanças na liderança do governo no Senado e na Câmara.

O senador afirmou ter esperado a confirmação oficial do Planalto antes de se pronunciar sobre a indicação. O anúncio oficial veio por volta das 17h desta terça-feira.

Questionado sobre a possibilidade de a escolha da presidente ter sido tomada para atrair senadores peemedebistas afastados do governo, o senador disse acreditar na afinidade com Dilma Rousseff. Eduardo Braga afirmou tê-la conhecido durante a transição entre os governos de Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva. A relação teria se estreitado quando a presidente comandou o Ministério de Minas e Energia e a Casa Civil e quando a candidatura à presidência tomou corpo.

- Eu talvez tenha sido um dos primeiros, senão o primeiro governador a me engajar na candidatura dela. Eu prefiro acreditar que as razões que levaram a presidenta ao meu nome sejam exatamente a identidade, a confiança que ela tem na forma da condução que eu posso dar – declarou.

Antecessor

Eduardo Braga elogiou seu antecessor na função, Romero Jucá, que definiu como “um grande líder, extremamente eficiente, operoso”. O novo líder do governo destacou a capacidade de trabalho e a paciência de Jucá. Questionado sobre as possíveis falhas que levaram à troca na liderança, Eduardo Braga evitou críticas ao ex-líder e disse apenas que o tempo à frente da base do governo pode ter contribuído para que algumas rotinas fossem esquecidas.

– Acho que, por ele estar há tanto tempo na liderança, obviamente certos métodos, ações e práticas foram ficando de lado, mas o líder Romero Jucá é, sem dúvida nenhuma, um modelo a ser estudado, analisado – disse, declarando a intenção de aprender com os acertos e com os erros do antecessor, a quem considera bem-sucedido.Sobre seu trabalho como presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), Eduardo Braga disse que conversará com o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), que o indicou para o cargo.

Fonte: Agência Senado                     Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Publicado dia 14/03/2012 às 10:23:36

 
TODAS AS MATÉRIAS DA SEÇÃO NOTICIAS
22/08/2016 - Associação do Sítio Buxaxá realizou eleição para escolha dos nov...
22/08/2016 - Câmara Municipal realizou solenidade para entrega de Moções de Reci...
22/08/2016 - Lavras completou dia 20, 134 anos de elevação à categoria de Cidade
22/08/2016 - COGERH continua Intensificando fiscalização ao longo do Riacho do Ro...
22/08/2016 - Redução em volumes dos reservatórios da Bacia do Salgado preocupa e...
22/08/2016 - Polícia recupera moto roubada durante o final de semana em Lavras
05/08/2016 - Comissão Gestora do Açude Rosário definiu novas normas para uso da ...
05/08/2016 - Após Intensa Troca de Tiros, Polícia recupera carga roubada em Lavra...
05/08/2016 - Associação dos Moto-Taxistas realiza entrega de coletes de identific...
05/08/2016 - Festividades alusivas ao padroeiro do Bairro Novo Horizonte tiveram in...
PUBLICIDADE
Diminuir Texto Aumentar Texto
top10
Documento sem título
LUAN SANTANA
Chuva de arroz
Documento sem título
BRUNO E BARRETO
Eu quero é rolo
Documento sem título
MARCOS E BELUTTI
Aquele 1%
Documento sem título
VICTOR E LÉO
Tempo de amor
Documento sem título
JADS E JADSON
Noite Fracassada
Documento sem título
CESAR MENOTTI E FAB... 
Tô mal
Documento sem título
LEONARDO
Dona do meu destino
Documento sem título
HENRIQUE E JULIANO
Na hora da raiva
Documento sem título
CLEBER E CAUÃ
Sonho
Documento sem título
JOÃO BOSCO E VINÍ... 
Ponto fraco
publicidades
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Rádio Boqueirão FM
Todos os Direitos Reservados © 2018
Rua Raimundo Sobreira Rodrigues, 170 - Lavras da Mangabeira-CE, CEP: 63300-000
Fone: (88) 3536-1583/ (88) 9234-5976
Desenvolvido por JMultimídia